14/12 12:45

Instituto Estre participa de documentário vencedor da 9ª OBSMA

Por institutoestre

Inspirado em“Estamira”, documentário produzido por alunos(as) do Colégio Oficina doEstudante vence a 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente.

Professor de Biologia e Ciências Luccas Zillig (com o prêmio da 9ª OBSMA na mão), ao lado da aluna sorteada para viajar para o RJ.

O Centro de Educação Ambiental do Instituto Estre de Paulínia/SP acolheu, no Programa de Oficinas Pedagógicas “Cadê o lixo queestava aqui?”, alunos(as) do Colégio Oficina do Estudante. A atividade fez parte da criação de um documentário inscrito pela instituição na 9ª Edição da Olímpiada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente (OBSMA) na categoria “ProjetoAudiovisual”.

O documentário “(H)á Vida Por Trás do Lixo” foi produzido a partir de entrevistas com catadores(as) de matérias recicláveis, professores(as), médicos, além da visita ao CEA Paulínia e tour pelo Centro de Gerenciamento de Resíduos de Paulínia da Estre Ambiental. Com uma narrativa interessante sobre catadores(as) e invisibilidade social, o material foi escolhido na etapa regional e nacional da olímpiada, sendo um dos vencedores na categoria.

Da inscrição à premiação, os alunos contaram com a ajuda do professor de Ciências Luccas Zillig. Ele nos conta que se inspirou em uma de suas professoras do Ensino Médio, que falava muito sobre materiais recicláveis e também no documentário “Estamira”, que trata da temática da invisibilidade social por meio da história de vida de uma catadora que dá nome ao título. “Os catadores tem um papel grande em relação à preservação ambiental e limpeza do meio ambiente e são invisíveis aos olhos da população e do governo. Um grupo de trabalhadores que não tem nenhum tipo de auxílio, não tem política pública que os proteja, nenhum vínculo trabalhista”, argumenta o professor.

Por indicação de coordenadores do colégio, Luccas agendou uma visita ao Instituto Estre dentro do Programa de Oficinas “Cadê o lixo que estava aqui?”. Para ele, além da produção do documentário para a 9ª OBSMA, atividades de campo ou estudo do meio são importantes por “tirar os alunos da sala de aula, levá-los para falar de lixo e de natureza, tentar fazer algo diferente, ajudar alguém”.

Por sua atuação, o Instituto Estre acabou sendo o apoio técnico que buscavam para embasar o projeto. “Educação Ambiental não é uma matéria curricular, então diluímos esse conteúdo nas aulas de Biologia. Como precisávamos que os alunos tivessem uma base em educação ambiental para fazer o trabalho, achamos interessante levar os alunos até Paulínia para verem um pouco sobre reciclagem, armazenamento de lixo e as próprias questões ambientais relacionadas”, conta com orgulho o professor.

Ao final da visita, os alunos e alunas também gravaram uma entrevista com a analista de projetos Valquíria Fonseca para incrementar o conteúdo do vídeo premiado. “Ela passou um papel mais técnico para nós, representando as empresas que têm esse cuidado com o lixo. O papel dela no vídeo foi essencial”, conta Luccas, que acredita que o trabalho foi escolhido pela crítica socioambiental e transversalidade do tema abordados. Para Valquíria, a experiência também valeu a pena. “Foi muito legal, me senti muito honrada em contribuir e sentir o reconhecimento no trabalho do Instituto, de ser procurado como referência para falar sobre o assunto”.

Sobre a 9ª Olimpíada Brasileira de Saúde e Meio Ambiente

 A 9ª OBSMA éum projeto educativo bienal promovido pela FundaçãoOswaldo Cruz (Fiocruz) para estimular o desenvolvimento de atividades interdisciplinares nas escolasp úblicas e privadas de todo o país. Na 9ª edição do evento, foram 1.228 trabalhos inscritos, com mais de 67 mil alunos e 4.200 professores participantes.

Para participarem, as instituições se inscreveram em cada uma das 6 regiões (já que o Nordeste é dividido entre Nordeste I e Nordeste II), dentro das categorias “ProjetoAudiovisual”, “Produção de Texto” ou “Projeto de Ciências”.

Após a realização da etapa regional e escolha dos projetos de cada categoria, os selecionados foram convidados a viajar para o Rio de Janeiro, onde foi realizada a etapa nacional, além de tour cultural com visitas a museus, pontos turísticos, entre outros.

Ficou curioso para assistir ao vídeo produzido por Lucas e seus alunos e alunas? Assista aqui:

https://www.youtube.com/watch?v=WtycJRyzXDY